Casa do presidente do sindicato de municipais de Florianópolis é atingida por explosivo em meio à greve da categoria

Renê Munaro (à frente da faixa) lidera passeata dos trabalhadores da COMCAP

A residência pessoal do presidente do sindicato dos servidores municipais de Florianópolis (Sintrasem), Renê Munaro, foi atingida por um artefato explosivo durante a madrugada deste sábado (24).

Renê estava no pátio do Centro de Valorização de Resíduos (CVR) da Comcap no momento do ataque, mas seus familiares estavam em casa. Um boletim de ocorrência foi registrado na manhã de domingo. Felizmente ninguém se feriu.

O ataque ocorre no momento em que a greve dos trabalhadores contra a extinção da Comcap – Autarquia de Melhoramentos da Capital e a retirada de direitos tem ganhado cada vez mais apoio da população.

Renê está conduzindo a greve que mobiliza a categoria desde segunda feira (18) e se contrapõe ao prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), que enviou uma série de projetos à Câmara para atacar a COMCAP e seus trabalhadores. Os vereadores, atendendo a pedido do prefeito, votaram um regime de urgência. O sindicato exige a retirada dos projetos.

Renê fala durante assembleia
Renê fala durante assembleia

Ameaçada de extinção, a COMCAP é uma autarquia moderna e bem equipada, responsável pela coleta de lixo e resíduos de toda a cidade, como as praias de Florianópolis, mas também as valas e os detritos em deslizamentos.  Seus trabalhadores, graças a uma luta constante, tem uma remuneração acima da média nacional para a categoria, que o prefeito quer atacar, inclusive rasgando o Acordo Coletivo que ele mesmo assinou em 2019, antes de ser reeleito.

No lugar da COMCAP pública Gean quer colocar uma empresa privada. Para furar a greve ele, inclusive, contratou uma empresa de Rondônia – Amazon Fort Soluções – acusada de adulteração na pesagem do lixo, despejo de lixo hospitalar em área comum, poluição e superfaturamento.

O serviço terceirizado contratado por Gean não tem dado conta da limpeza da cidade e diversos moradores tem denunciado a situação, em solidariedade à greve dos trabalhadores da COMCAP.

Trabalhadores votam pela greve em Assembleia da COMCAP
Trabalhadores votam pela greve em Assembleia da COMCAP

Em nota o sindicato afirmou que “não vai se intimidar com ataques ou ameaças. Permanecemos firmes em defesa da Comcap pública”.