SITE DA CORRENTE O TRABALHO DO PT - TENDÊNCIA INTERNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - SEÇÃO BRASILEIRA DA 4ª INTERNACIONAL -
CORRENTE O TRABALHO DO PT

Constituinte marca situação na Venezuela

16 de setembro de 2017

A Venezuela é uma expressão con­centrada da luta de classes na América Latina, com impacto inter­nacional: a nação sofre um ataque frontal do imperialismo dos EUA e dos governos da região e da Europa com ele alinhados.

No front interno, a burguesia pro­move o contrabando, a estocagem de produtos de primeira necessidade, deixando de investir no país. É essa chamada “guerra econômica”, base da situação crítica em que a inflação atinge níveis astronômicos, penali­zando os mais pobres, provocando insegurança e desespero que a opo­sição manipulou no último período com manifestações violentas.

O governo Maduro tenta resis­tir fazendo apelos à mobilização popular desde o início deste ano. Processo que desaguou na eleição da Assembleia Constituinte em 30 de julho, com o voto de 8 milhões de venezuelanos.

As sanções econômicas

Trump montou um cerco financeiro, bloqueando o acesso da Venezuela aos bancos dos EUA para obter recursos para pagar o serviço da dívida externa do país. Maduro foi buscar ajuda da China e Rússia, às quais se prometem vantagens na exploração de petróleo e outros minérios, para tentar evitar um calote, enquanto na Constituinte se inicia um debate sobre essa dívida, em que aparecem propostas de renego­ciação, moratória ou não pagamento neste momento de crise aguda.

Enquanto Washington eleva a pressão económica, nas fronteiras amazônicas da Venezuela ocorrem exercícios militares dos EUA com o Brasil, Colômbia e Peru, na “opera­ção Amazon Log 17”. Os deputados Guevara e Borges fazem um giro pela Europa – já foram recebidas por Ma­cron na França – para pedir posturas mais agressivas contra a Venezuela e recursos para a oposição.

Maduro anuncia novas leis e medidas

Em 7 de setembro, Maduro anunciou diante da Constituinte oito leis para atacar a crise econômica. Além dessas leis – que trazem aspectos contraditórios (vantagens a investimentos nas zonas mineradoras para empresas estrangeiras, por exemplo) – Maduro anunciou um aumento de 40 % no salário mínimo, um bônus de 31 dólares para cada crian­ça na escola pública, a investigação do destino de recursos dados pelo Estado a exportadores, bem como a cobrança de impostos devidos pelas empresas.

Nesse cenário em que a Constituinte busca elevar-se acima dos outros poderes e abrir uma saída para o povo trabalhador e a nação oprimida pelo imperialismo, nos dias 16 e 17 setembro reúne-se em Caracas uma conferência internacional “Em defesa da Paz, da Democracia e da Soberania na Venezuela”, na qual, além de representantes do MST, da CUT e outras organizações brasileiras e da América Latina, se fará presente também uma delegação do Acordo Internacional dos Trabalhadores e Povos (AcIT) que organiza a Conferência Mundial Aberta contra a Guerra e a Exploração entre 8 e 10 de dezembro na Argélia (norte da África).

Correspondente



Outras publicações

8 de fevereiro de 2018

Em 23 de janeiro a Assembleia Na­cional Constituinte (ANC) pediu ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) a organização das eleições presidenciais até 30 de abril próximo (o mandato de Nicolás Maduro terminaria em 2019). Num cenário continental marcado pela pressão do imperialismo dos Estados Unidos para impor governos a seu serviço – fraude nas eleições em […]


17 de janeiro de 2018

Nem bem começou o ano de 2018 e uma série de artigos de opinião foi publicada em jornais de todo o mundo advogando uma in­tervenção militar de países vizinhos na Venezuela. A ideia não é nova, mas é relançada diante do fracasso da oposição inter­na do país em todas as suas tentativas de derrubar o […]


9 de novembro de 2017

Não há mais desculpa para não se atacar especulação e desabastecimento A resistência do povo trabalhador aos ataques do imperialismo e seus aliados foi o que permitiu as vitórias políticas da eleição e instalação da Assembleia Nacional Constituinte e, em 15 de outubro, o triunfo nas eleiçõespara governadores. Assim foi dada uma nova oportunidade ao […]


SITE DA CORRENTE O TRABALHO DO PT - TENDÊNCIA INTERNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - SEÇÃO BRASILEIRA DA 4ª INTERNACIONAL -