Lira e Baleia Rossi votam igual no plenário

Um levantamento publicado em O Estado de São Paulo neste dia 5 de janeiro mostra que Baleia Rossi, do grupo de Rodrigo Maia, a quem a bancada do PT decidiu apoiar para a presidência da câmara e Artur Lira, apoiado diretamente por Bolsonaro tem o hábito de votar quase sempre de acordo com os interesses do governo.

“Ao longo dos últimos dois anos, ambos votaram a favor de uma série de projetos de maior destaque, como a reforma da Previdência e a medida provisória da liberdade econômica. Segundo estudo da consultoria de análise política Arko Advice, Baleia teve um índice de apoio de 90,24% ao governo em 2019 e Lira, de 86,29%. Em 2020, os percentuais foram de 77,82% e 70,59%, respectivamente.” diz a matéria.

“Não vejo grande diferença entre os dois na pauta econômica e regulatória”, diz Cristiano Noronha, vice-presidente da consultoria. “Se você olhar as matérias mais relevantes, os dois votaram de modo muito parecido.” (OESP 05/01)

A matéria do jornal prossegue: “Outro tema central na disputa é a independência da Câmara, uma tônica da gestão Rodrigo Maia; durante a articulação para escolher quem seria seu candidato à sucessão, ele chegou a afirmar que a “preferência” seria por alguém que segure a “pata” do governo na Casa. Nesse cenário, Baleia busca se posicionar como o candidato que teria mais autonomia.

Lira, porém, questiona este ponto e argumenta que o partido do rival, o MDB, possui diversos cargos no governo. “Nós dois somos base. Ser oposição na hora de fazer manifesto é uma coisa, na prática, é outra”, disse Lira ao Estadão. “Perdemos muito nos últimos dois anos com falta de previsibilidade e a falta de cumprimento dos acordos.” Procurado por meio de sua assessoria, Baleia Rossi não se manifestou.”