SITE DA CORRENTE O TRABALHO DO PT - TENDÊNCIA INTERNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - SEÇÃO BRASILEIRA DA 4ª INTERNACIONAL -
CORRENTE O TRABALHO DO PT

Não vamos dar trégua aos golpistas!

12 de janeiro de 2017
JOT-800_capa

Nesta primeira edição de 2017 começamos o ano revigorando nossos compromissos com a luta pelo avanço da resistência, para que os trabalhadores possam reunir forças e passar à contraofensiva detendo a marcha à barbárie que ameaça o Brasil e o mundo.

No Brasil, o gosto amargo do golpe para a maioria oprimida do povo, terminou com o fel do governo golpista que anunciou, às vésperas das festas de final de ano, o ataque à CLT, depois de ter enviado ao Congresso a contrarreforma da previdência.

A crise econômica rebaixa os salários e, cada vez mais, ameaça as famílias trabalhadoras com o flagelo do desemprego que não para de fermentar.

Amplamente impopular, o governo golpista, com o apoio de instituições apodrecidas – Congresso e Judiciário – avança em velocidade os ataques encomendados pelo imperialismo ao patrocinar o golpe.

“A situação é grave e pode explodir”, proferiu a togada Carmen Lúcia, presidente do STF, a respeito da horrenda situação dos presídios no Brasil. Do lado de fora, a situação, gravíssima, ameaça condenar milhões de brasileiros à miséria, sem trabalho, sem escola, sem educação, se prosperar a política – que essas instituições apoiam –  de colocar o país e os trabalhadores no altar de sacrifício do capital financeiro.

Todo dinheiro tirado dos serviços públicos vai parar no bolso dos especuladores, cada direito retirado do trabalhador vai garantir o lucro de uma classe parasita.

É preciso deter a marcha acelerada à desagregação que representa cada dia de permanência de Temer na presidência.

É preciso implodir este governo ilegítimo, por isso, mais do que nunca, começamos o ano na luta pelo Fora Temer e, com a CUT, ajudando a construção de uma greve geral por nenhum direito a menos!

É preciso implodir as instituições que condenam o país ao atraso e sustentam no Legislativo e Judiciário o governo golpista. Por isso, reafirmamos nosso compromisso com a luta por uma Constituinte Soberana para fazer as reformas populares, como as reformas agrária, urbana e tributária e reconquistar o que foi retirado.


6º Congresso: na luta contra o golpe, reconstruir o PT


A luta no campo e nas cidades, nas ruas, fábricas, escolas e bairros, para expulsar os sanguessugas da nação, essa luta deve ser o centro da discussão do 6º Congresso do PT, um congresso que seja de reconstrução.

Reconstruir o PT e preservar o principal instrumento político que os trabalhadores construíram no Brasil, no mesmo movimento que expulsaram a ditadura. E é para que não fique vestígio dessa capacidade demonstrada pelos trabalhadores que o Poder Judiciário, persegue, denuncia e prende petistas. Vamos defender o PT na luta pela sua reconstrução.

Reconstruir, e desde já! Chega de enredar o PT com os partidos inimigos da nossa classe, todos alinhados com ao golpe.

Vamos devolver à militância petista a prerrogativa de definir os rumos do partido, livrando o PT dos vícios internos causados pela adaptação às atuais instituições. Nesse mês de janeiro este é o combate que assumimos ao lado dos companheiros do Diálogo e Ação Petista.

Chamamos a militância do nosso partido a somar-se a ele e, lado a lado, construirmos chapas de Unidade pela Reconstrução do PT para inscrevê-las no dia 30 de janeiro.

Confiantes de que os trabalhadores, apoiados em suas organizações, terão a capacidade para derrotar os golpistas e barrar a marcha ao caos, chamamos todos e todas a trazermos o PT de volta para os trabalhadores, para que possamos almejar um feliz 2017!



Outras publicações

16 de novembro de 2017

Há alguns dias está em vigor a contrar­reforma trabalhista que bombardeou os direitos consagrados na CLT. Uma pau­lada na cabeça de cada trabalhador, agora ameaçado de ter que vender sua força de trabalho em condições de exploração sel­vagem. Mas, apesar de estar valendo, nin­guém pode afirmar que para a patronal vai ser fácil aplicar esse […]


1 de novembro de 2017

Temer insiste em ter 3% de apoio popular. Na Câmara, porém, 52% dos deputados o apóiam contra investigar uma segunda denúncia. No Senado é igual, senão for pior. 3% contra 52%? Que representação do povo é essa no Congresso Nacional? “Que país é esse”, perguntava a canção lan­çada em 1987, que começava denunciando “Nas favelas, […]


19 de outubro de 2017

Para onde caminha o Brasil nas mãos dos serviçais do capital financeiro? A publicação da Portaria 1.129, no Diário Oficial da União em 16 de outubro, que modifica o conceito de trabalho escravo e cria obstáculos à sua fiscalização e combate, é uma brutal expressão de para onde o governo usurpador, imposto pela força destruidora […]


SITE DA CORRENTE O TRABALHO DO PT - TENDÊNCIA INTERNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - SEÇÃO BRASILEIRA DA 4ª INTERNACIONAL -