A questão das mulheres e a luta pelo socialismo

No dia 4 de agosto, a Juventude Revolução do PT realizou um curso de formação sobre a luta das mulheres operárias e o socialismo. O curso faz parte do projeto “Formação de Quarentena”, que convidou a companheira Misa Boito, membro do diretório nacional do PT, para discutir o texto “Somente com a mulher proletária o socialismo será vitorioso”, de Clara Zetkin.

O texto é um discurso da revolucionária Clara Zetkin, proferido em 1896, posteriormente transformado em cartilha pelo Partido Social Democrata Alemão, no qual Clara foi militante durante anos. Clara diz em seu discurso que “na família, o marido representa a burguesia e a esposa o proletariado”, explica que o início da opressão contra as mulheres coincide com o início da propriedade privada dos meios de produção, o qual passa a colocar o homem como proprietário e a mulher como não-proprietária, apartando esse setor – que representa metade da classe trabalhadora -, da produção social, da vida política e condenando-a à dependência econômica. Para Clara Zetkin, a opressão da mulher é uma das formas mais antigas de exploração e dominação de classe, e é por esse motivo que a luta das mulheres proletárias está conectada à luta da classe trabalhadora, devendo se dar ombro a ombro com os homens proletários no combate à exploração capitalista.

O curso de formação da JR do PT aconteceu através de plataforma online e contou com a participação de dezenas de jovens de vários estados do país. Salvo no YouTube, você pode conferir a gravação aqui.

O projeto “Formação de Quarentena” tem realizado debates e indicações semanais de leituras, filmes, discos, entre outros materiais de formação através do site e dos perfis nas redes sociais da JR do PT.

Kris