Ato no Hospital de Messejana (Fortaleza): por condições dignas de trabalho

Mais um ato do fórum Conexão Saúde,que reúne sindicatos cearenses, se realizou na manhã desta quinta, 2/7.

O ato levantou mais uma vez a situação de precariedade em que atuam os profissionais da saúde no estado. Desde atraso de salário até a falta de pagamento de gratificações principalmente daqueles submetidos ao trabalho via cooperativas. Este últimos são destituídos da maior parte dos direitos.

Além disso, a segurança no trabalho está comprometida. Os EPIs são insuficientes e de baixa qualidade. O número de profissionais afastados por Covid é grande, mas mais grave é a falta de testes. Desconfia-se de que o ritmo lento da testagem se deve ao fato de que, se testados, se revelaria um número ainda maior de profissionais infectados.

O ato que foi apoiado pelo Diálogo e Ação Petista, se encerrou com o grito Fora Bolsonaro.