Greve de servidores arranca conquistas em Florianópolis

Do site da CUT

Os trabalhadores e as trabalhadoras do serviço público municipal de Florianópolis aprovaram em assembleia realizada na última segunda-feira (17), proposta feita pela prefeitura e encerraram a greve iniciada no dia 11. Os dias parados não serão descontados.

A greve, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem), mobilizou toda a categoria, passando por setores como coleta de lixo, educação,  repartições e saúde, e arrancou conquistas históricas.

De acordo com Renê Munaro, presidente do Sintrasem, “foi um dos melhores acordos dos últimos cinco anos”.

Numa conjuntura como a atual de ataques aos direitos, privatizações e terceirizações nossas conquistas mostram que a luta e a organização dos trabalhadores e trabalhadoras é o caminho a ser seguido

Conquistas dos trabalhadores de Florianópolis:

  • pagamento da inflação de 5,07% do INPC em duas parcelas (2,57% a ser pago de forma imediata, e 2,5% em dezembro);
  • aumento de R$ 1 (um real) no vale-alimentação e R$ 1 no vale-lanche, pagos de forma imediata;
  • pagamento imediato do piso nacional do magistério;
  • pagamento de 20% do PCCS do quadro civil em outubro;
  • realização do concurso público para o município, com cerca de 90 funções;
  • abertura de comissão para avaliar implantação de sistema de acreditação e lista de pacientes na saúde;
  • prazo de reposição dos materiais pedagógicos em 10 (dez) dias úteis; e vários outros itens.

Entre os resultados, Renê destaca que “a realização do concurso público é um ponto importante para as condições de trabalho dos servidores, para recompor as equipes de trabalho. Hoje temos falta de pessoas em todas as áreas da prefeitura”.

Com informações do Sintrasem, via CUT