Óleo nas praias e inoperância do governo

Charge de Laerte

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) divulgou em 7/11 que 409 locais foram atingidos por óleo nas praias do nordeste. Mas, apenas 166 foram limpos totalmente de vestígios visíveis de óleo.

Em 11/11 já eram 494 locais atingidos, agora incluindo praias do Espírito Santo. O óleo começou a ser avistado em 30/8 e até o dia 11/11, 75 dias de desastre ambiental, o governo federal ainda não colocou em ação todas as medidas do Plano de Contingência por vazamento de óleo!

A limpeza das praias, em sua maioria, ocorre por conta da própria população. De maneira completamente improvisada os moradores locais tentam retirar o óleo, muitas vezes sendo contaminados no processo, como retratou matéria do jornal “O Estado de São Paulo” de 24/10.

Apenas no estado de Pernambuco 19 casos de intoxicação de voluntários que trabalhavam na limpeza das praias foram registrados.