Comunicado do PT da Argélia sobre o estado de saúde de Luísa Hanune

Informe do Acordo Internacional dos Trabalhadores e dos Povos

O Partido dos Trabalhadores da Argélia alerta:
O estado de saúde da Luísa Hanune se deteriora

Comunicado do Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores alerta a opinião pública sobre a situação preocupante de sua secretária geral, Luísa Hanune, que está entrando em seu nono mês de prisão.

Desde várias semanas, a cada visita, seus familiares e seus advogados informavam que o estado de saúde de Luísa se degradava.

A Direção Nacional do PT, em acordo com sua secretária geral, absteve-se de se pronunciar sobre isso.

Mas, diante da persistência e da recorrência desta situação há várias semanas, o PT exprime sua profunda inquietação e responsabiliza os poderes públicos por esta situação e por qualquer consequência ou evolução degradante de seu estado de saúde.

O PT lembra que Luísa Hanune foi condenada a 15 anos de prisão, em primeira instância, por um Tribunal Militar, num processo político, sumário e não público.

O PT apela às mais altas autoridades do Estado sobre a necessidade de sua libertação imediata e incondicional.

Neste momento crucial da vida política, o lugar de Luísa Hanune é estar à frente de seu partido e no meio de seu povo.

O PT renova seu apelo expresso por sua libertação, pura e simples, e o fim de de todos os processos contra ela porque ela é vítima da criminalização da ação política.

O Secretariado permanente do birô político

Argel, 21 janeiro 2020

Nós apelamos a multiplicar as tomadas de posição, as mensagens às embaixadas da Argélia, a organização de delegações às embaixadas e/ou consulados e a tomar todas as iniciativas para tornar pública esta situação, apelando a todas as organizações operárias e democráticas, aos militantes e defensores dos direitos humanos.
Há urgência !