90% das verbas de pesquisa estão bloqueadas

Bolsonaro e o min. da Ciência, Tecnologia e Inovações Marcos Pontes durante posse de Fábio Faria como ministro das Comunicações Foto: Marcos Corrêa/PR

O Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) está com 90% de seus recursos bloqueados pelo governo Bolsonaro. Quem afirma é o próprio Ministro da Ciência e Tecnologia, em sabatina no Congresso Nacional em 24/6.

O FNDCT é o principal fundo de financiamento público às pesquisas científicas no país. Mesmo com o avanço descontrolado da pandemia do coronavírus no Brasil, o governo se recusa a liberar recursos que poderiam estar sendo usados em laboratórios nas universidades públicas para pesquisas de remédios, vacinas e mesmo para a realização de testes para detectar o vírus.

Antes da pandemia, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) afirmava que o Brasil vive um “cenário desastroso” para a ciência e pesquisa. O FNDCT tem um orçamento aprovado no valor de R$ 5,2 bilhões, mas R$ 4,2 bilhões estão bloqueados em nome do ajuste fiscal.

Para maquiar a situação catastrófica, o governo concedeu crédito suplementar de R$ 466,5 milhões para pesquisa científica no combate ao coronavírus, o que representa menos de 12% do dinheiro que está bloqueado no FNDCT.

O resultado é que diversos cientistas e estudantes de pós-graduação que, por conta própria, decidiram voltar seus estudos para o combate ao vírus são obrigados a fazer vaquinhas, pedir doações e até usar o seu próprio dinheiro para tocar as pesquisas.

Diversos casos mostrando isso foram publicados na imprensa. Na Unicamp, por exemplo, o Instituto de Biologia está fazendo testes para coronavírus com os recursos do próprio laboratório e usando estudantes e funcionários que se voluntariaram a ajudar. Outro laboratório, na mesma universidade, está arrecadando doações para financiar pesquisa de antivirais. Na UFRJ, estudantes e professores sem recursos do governo abriram um site para arrecadar doações para suas pesquisas sobre a doença.

Cristiano Junta

Artigo anteriorEscória bolsonarista ataca o povo negro
Próximo artigoServidores públicos de Volta Redonda fazem paralisação de 24 horas