Acordo Conlutas-direita desfilia Fenajufe da CUT

Entre 26 e 30 de abril ocorreu o 8º Congresso da Fenajufe (Federação de sindicatos de servidores da Justiça Federal). Uma maioria sem princípios entre o “Luta Fenajufe” (Conlutas) e delegados ligados à Anata (Associação nacional de auxiliares, técnicos e analistas) aprovou a desfiliação da entidade da CUT, à qual estava ligada desde sua fundação há 20 anos.

A Anata coloca os servidores do judiciário federal acima dos demais servidores públicos e do conjunto dos trabalhadores, tendo combatido contra a greve de 2012 da Fenejufe pelo Plano de Cargos e Salários. Suas posições de defesa de gratificações individuais por desempenho e de subsídios no lugar de aumentos salariais, são conhecidas na categoria.

O que não impediu a Conlutas a buscar uma aliança com a Anata, até no credenciamento de delegados irregulares. Um “vale tudo” para ter uma maioria pela desfiliação da CUT que se expressou também na posição comum de Anata e Conlutas de defesa do STF no julgamento da Ação Penal 470 (o chamado “mensalão”), fazendo coro com tucanos e grande mídia na histeria contra o PT e a CUT.

O combate dos cutistas no congresso

Foram feitas plenárias de cutistas que reafirmaram a defesa da Fenajufe contra o divisionismo, a unidade com o conjunto da classe na CUT e a cobrança do governo Dilma de outra política para valorizar os servidores e os serviços públicos.

Mas faltou um engajamento da CUT nacional neste combate (até o dirigente destacado para o debate de conjuntura não apareceu no congresso!). É preciso ter claro que manter os sindicatos de servidores filiados à CUT é inseparável da afirmação da independência da central diante de governos, inclusive os encabeçados pelo PT, que entram em choque com as suas reivindicações.

Ao final, os cutistas disputaram as eleições para a direção divididos em duas chapas: uma com ArtSind, OT, independentes e delegados ligados à CTB, a outra da CSD.

Conlutas e Anata também se dividiram nas chapas. Na defesa da chapa da Anata, um orador disse: “Tínhamos um acordo para desfiliar a Fenajufe da CUT, não queremos nem a CUT nem a Conlutas, somos a 3ª via”. Nos fatos, a Conlutas preparou o terreno para a entrada da direita na direção da Fenajufe. Mais de 40 delegados cutistas enviaram uma carta ao presidente da CUT nacional, Vagner Freitas, propondo uma reunião de todos os sindicatos filiados à central o quanto antes, para iniciar a batalha pela refiliação da Fenajufe.

Marcelo Carlini

*A0 lado foto da Chapa 1 (ArtSind, OT, independentes e delegados ligados à CTB)

Artigo anteriorNova ofensiva pela redução da maioridade penal
Próximo artigoteste_slider