Camarada Edmílson Menezes (1951-2021), PRESENTE!

Com enorme pesar recebemos a notícia do falecimento do camarada Edmílson Menezes Medeiros ocorrida na noite de 18 de fevereiro de 2021. Ao longo de 21 dias de internação em hospital do SUS no Recife, Edmílson lutou para sobreviver aos efeitos da Covid-19, mas seu organismo não resistiu e ele nos deixou.

Para a 4ª Internacional e sua seção brasileira, a corrente O Trabalho do PT, a morte precoce do camarada Edmílson é uma perda inestimável, cuja responsabilidade deve ser atribuída ao sistema capitalista mundial em crise, incapaz de proteger a humanidade de um vírus, e aos governantes, responsáveis no Brasil pelo total descontrole da pandemia.

Edmílson Menezes, ao longo de quatro décadas, foi militante e dirigente da seção brasileira da 4ª Internacional, tendo sido um dos fundadores do PT e da CUT em Pernambuco.

Nascido em Floresta, no sertão pernambucano, em 25 de novembro de 1951, Edmílson foi criado em Patos (PB) e, graças à sua determinação, superou barreiras sociais para ingressar no curso de Engenharia Civil da UFPE, tornando-se professor de Física na rede particular de ensino do Recife desde o final da década de 70 e na rede estadual desde os anos 90.

WhatsApp Image 2021-02-19 at 08.46.21

Sua militância o levou a ser eleito dirigente do Sinpro-PE e depois do SINTEPE. Ela sempre foi marcada pela defesa intransigente da independência política e sindical da classe trabalhadora. Ele era membro da Direção Executiva do PT-PE e da Coordenação do Diálogo e Ação Petista de Pernambuco (DAP-PE), tendo participado também de sua coordenação nacional.

Todos e todas militantes que conviveram com Edmílson sabem do papel central que ele jogou como dirigente. Sua disciplina e determinação em transformar objetivos em resultados concretos em todos os âmbitos da atividade política – dos mais modestos aos mais abrangentes – eram exemplares.

A contribuição política do camarada se deu não só na Corrente O Trabalho e nas atividades da 4ª Internacional nas quais participou dentro e fora do Brasil, mas se espraiou junto aos companheiros e companheiras do movimento dos trabalhadores em Pernambuco, em particular os cutistas e petistas. A luta pela emancipação dos trabalhadores perdeu um dos seus combatentes mais firmes.

WhatsApp Image 2021-02-19 at 09.46.10

O sentimento de perda, que atinge a militância de O Trabalho, é ainda maior para a camarada Jacqueline Albuquerque, companheira de Edmílson por mais de 30 anos, à qual afirmamos a nossa mais completa solidariedade neste momento terrível. Às suas filhas, netos e netas dedicamos a frase de Leon Trotsky que o seu pai e avô gostava tanto: “A vida é bela. Que as gerações futuras a limpem de todo o mal, de toda a opressão, de toda a violência, e possam gozá-la plenamente”.

Edmilson e Jaqueline
Edmilson e Jacqueline

Fica o nosso compromisso de, através do trabalho coletivo, buscar suprir a lacuna que Edmílson deixou, prosseguindo a luta incansável que foi a sua contra o sistema capitalista apodrecido e por um mundo liberto de toda a forma de opressão e exploração.
Edmílson Menezes presente!

A Comissão Executiva de OT


Mensagem da 4° Internacionalquarta_internacional

À Corrente O Trabalho do Partido dos Trabalhadores, seção brasileira da 4ª Internacional

Saudação à memória do camarada Edmilson Menezes

É com pesar que nos endereçamos à direção e aos militantes de O Trabalho, em primeiro lugar à camarada Jaqueline Albuquerque, companheira do camarada Edmilson, aos seus familiares e amigos, e aos companheiros e companheiras de lutas no PT e na CUT.

A 4ª Internacional acaba de perder um militante de quatro décadas para uma epidemia cuja responsabilidade deve ser atribuída ao sistema capitalista mundial em crise, incapaz de proteger a humanidade, governado que é pela ganância no quadro da grande propriedade privada dos meios de produção.

Militante fundador do PT e dirigente histórico de O Trabalho, a perda do camarada Edmilson será sentida por uma geração de militantes. Mas seu exemplo de militância – testemunhado por dezenas de mensagens que nos chegam do seu Pernambuco natal e que daremos a conhecer – será um fator de educação das novas gerações que estão despertando!

WhatsApp Image 2021-02-19 at 16.14.38

A vida do camarada Edmilson valeu para seus entes queridos e valerá para a luta pela libertação do seu Brasil e de nosso mundo, de todas as formas de opressão e exploração.

Saudações trotskistas,
O Secretariado Internacional da 4ª Internacional
19 de fevereiro de 2021

Artigo anteriorRicardo Melo: “A boiada contra os humanos”
Próximo artigoEdição n° 16 do Jornal O Trabalho – 16-01-1979