Em plena Pandemia 50 famílias são despejadas à força de ocupação em SP

Foto assessoria Bebel

Em plena pandemia famílias foram despejadas de maneira truculenta de uma ocupação em Taquaral, na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo. De acordo com uma nota publicada pelo Movimento Independente de Luta por Habitação da Vila Maria (outro movimento de ocupação), “Mesmo com apelos e gestões durante dias seguidos, o Juiz responsável por uma ordem de reintegração de posse na cidade de Piracicaba manteve e fez cumprir o despejo as 4:30h da manhã desta quinta dia 7 de maio.”

O movimento ainda denuncia que “homens da PM atacaram com a costumeira covardia mulheres, crianças e homens pobres que não tem onde morar. São 50 famílias em Taquaral que passaram pelo horror de ver suas casas de madeira sendo esmagadas por tratores. A Deputada Estadual do PT Professora Bebel foi agredida e teve voz de prisão anunciada por um tenente da PM. Essa é, na maioria dos casos, a forma com que juízes tratam a crise habitacional.”

a Deputada Bebel recebe voz de prisão de PM de SP
a Deputada Bebel recebe voz de prisão de PM de SP enquanto tenta impedir desocupação

De acordo com informações do MST, que também emitiu uma nota de repúdio à ação de reintegração de posse “os pertences das famílias estão sendo levados para um galpão e não foi sequer oferecida uma alternativa de alojamento para as famílias, que estão indo pra rua ou pra casa de parentes, se expondo à riscos de infecção a covid 19”.

Enquanto João Dória aparece com aparente educação e polidez na frente das câmeras para pedir as pessoas que lavem as mãos e cumpram o isolamento social, a PM sob seu comando age dessa forma nas periferias e ocupações. Uma atitude inaceitável!

Artigo anterior“E daí?!” – Ato em frente ao Palácio do Planalto pede “Fora Bolsonaro”
Próximo artigoLições de um 1° de maio marcado pelo Fora Bolsonaro