No dia do Servidor, polícia do DF agride e prende professores

Nesse dia 28 de outubro, a policia de choque de Brasília agrediu fisicamente diversos trabalhadores, com balas de borracha e gases, e ainda levou vários professores e rodoviários presos, tendo entre eles diretores do Sindicato dos Professores e do Sindicato dos Rodoviários, além da vice-presidenta da CUT, Meg Guimarães, que foi agredida e violentamente retirada do assento do passageiro do carro em que se encontrava. Veja o vídeo do Sindicato dos Professores do DF. Leia nota do Presidente da CUT/DF. Clique aqui.

Artigo anteriorDireito à Educação e Progressão Continuada
Próximo artigoCUT DF repudia postura violenta e intransigente do governador do DF, Rodrigo Rollemberg