Proposta de panfleto: “Nenhuma abstenção, voto branco ou nulo! Nenhum voto em Aécio!”

Abaixo, uma sugestão de panfleto que pode ser adaptada em cada estado, em cada categoria ou segmento para ajudar no combate pelos votos para reeleger Dilma:

No 2o Turno: Não ao retrocesso! Defesa dos nossos direitos!

Nenhuma abstenção, voto branco ou nulo! Nenhum voto Aécio!

Agora é Dilma, pela Constituinte da reforma política!

Todo trabalhador e toda trabalhadora devem refletir sobre seu voto em 26 de outubro.

O resultado do 2º turno para presidente não é indiferente para as nossas vidas.

Podemos permitir a vitória dos que dizem que “o salário mínimo aumentou muito”?

Podemos votar em quem pretende reduzir os direitos trabalhistas? Em quem prometeu aos patrões uma lei para contratar terceirizados com menos direitos?

Os banqueiros, os patrões, os grandes meios de comunicação, o imperialismo uniram-se para tirar Dilma da presidência, não por causa dos seus erros, mas por causa dos seus acertos e das conquistas de nossas lutas!

Eles querem recuperar os lucros que perderam com o aumento do poder de compra dos salários.

Eles querem entregar o pré-sal para as multinacionais e voltar com tudo com as privatizações!

Eles querem fazer mais superávit primário para retirar verbas dos serviços públicos. Tudo isso está na contramão das manifestações de junho de 2013 que exigiam mais saúde, transporte e educação públicos.

Querem sucatear o serviço público e arrochar os salários dos servidores e piorar o atendimento à população.

Eles usam denúncias manipuladas para confundir o povo trabalhador, mas bloqueiam o combate à corrupção, que exige, na verdade, uma ampla reforma do sistema político que eles não querem fazer.

Foi esse sistema político que permitiu a eleição do congresso mais conservador desde 1964: com mais 27% de empresários, mais 23% de ruralistas e menos 44% de sindicalistas!

É por isso que quase 8 milhões de brasileiros votaram no Plebiscito Popular em setembro que pede a convocação de uma Constituinte exclusiva e soberana para fazer a reforma política!

Seja qual for seu partido, qualquer que tenha sido seu voto no 1º turno, todos e todas que defendem os interesses da classe trabalhadora devem se unir para derrotar Aécio e nossos inimigos de classe votando em Dilma.

Nenhum trabalhador pode se deixar arrastar a votar contra seus próprios interesses!

Em 26 de outubro, votemos juntos 13 !

Artigo anteriorCARTA DA CORRENTE O TRABALHO DO PT • 7 DE OUTUBRO DE 2014
Próximo artigoJornal O Trabalho – edição nº 756