Trabalhadores da limpeza urbana de Florianópolis encerram greve vitoriosa contra terceirização

Com informações do Sintrasem

Após uma dura greve de oito dias contra a terceirização, com ameaças de demissão, violência policial, e uma mobilização que envolveu toda a cidade em defesa da Comcap, empresa de melhoramentos da capital catarinense, os trabalhadores aprovaram a proposta enviada pela Prefeitura e encerraram a greve na assembleia desta terça-feira (28).

A força do movimento fez o prefeito Gean (DEM) recuar no seu projeto de terceirização total da Comcap e a Prefeitura Municipal de Florianópolis se comprometeu em retificar o edital, mantendo a terceirizada apenas nas regiões onde ela já atua – Norte e Continente.

Nas demais regiões, a Comcap segue a única responsável pela limpeza urbana.

As sindicâncias para demitir cerca de 600 trabalhadores por justa causa serão retiradas. A prefeitura também vai pedir a retirada da multa aplicada contra o Sintrasem, sindicato que representa a categoria.

Nenhum trabalhador sofrerá desconto de salário, perseguição ou processo administrativo. A reposição será feita através da conclusão da limpeza dos roteiros.

Em nota, o Sintrasem destacou que “estas são grandes vitórias contra os ataques ao nosso direito à organização sindical e à nossa entidade, que mais uma vez foi criminalizada pela prefeitura com aval da mídia chapa-branca. Gean, assim como Bolsonaro, é um inimigo do serviço público. Seja lá em Brasília ou aqui em Florianópolis, a ordem é privatizar, privatizar e privatizar.”

Artigo anteriorJornal O Trabalho n° 890
Próximo artigoPEC 32, prosseguir o combate!