Justiça para Olavo Hanssen

olavo_hansen2

Ato Público – 25/5, 15h30 – Sociedade Amigos de Vila Maria Zélia

Aos Sindicatos e organizações de trabalhadores
Às organizações populares, culturais e de juventude
Às personalidades democráticas
Aos trabalhadores e aos jovens



Convidamos a todos para o Ato Público em homenagem ao militante operário Olavo Hanssen que será realizado no sábado, 25 de maio, a partir das 15h30 no salão da Sociedade Amigos de Vila Maria Zélia.

Estaremos neste dia, familiares, antigos companheiros e organizações populares e dos trabalhadores, relembrando a trajetória de Olavo Hanssen em sua luta em defesa dos trabalhadores e os trágicos acontecimentos que levaram ao seu assassinato pelos agentes dos órgãos de repressão do Estado brasileiro durante a ditadura civil-militar.

Olavo Hanssen começou sua militância na juventude, sendo membro da União Nacional dos Estudantes na década de 1960, onde impulsionou suas principais campanhas. Morador de Mauá, foi estudante do colégio Américo Brasiliense em Santo André. Ainda estudante, ingressou no Partido Operário Revolucionário – Trotskista, POR(t) em 1961.

Começou a trabalhar aos 14 anos como office-boy. Foi metalúrgico ativista na Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo – OSM-SP. Após três prisões e muito vigiado foi trabalhar nas indústrias químicas de Santo André. Entrou no curso de Engenharia de Minas na Escola Politécnica da USP em 1960 e abandonou o curso para trabalhar e militar com os metalúrgicos de São Paulo.

Vamos nos reunir no mesmo local onde, no 1º de Maio de 1970, numa manifestação pacífica organizada por 13 sindicatos, foram presos 17 militantes, entre eles Olavo Hanssen.

Na prisão Olavo foi submetido a sucessivas sessões de tortura. A polícia política da ditadura, dias após seu assassinato, ainda tentou forjar um suicídio.
Vamos, na presença dos trabalhadores, da juventude e da comunidade local, relembrar todos os acontecimentos. Não esquecemos dos nossos companheiros de luta. Vamos ouvir seus antigos companheiros de militância.

Buscaremos, juntos, identificar os responsáveis diretos e os mandantes desse crime! Apoiamos os trabalhos da Comissão da Verdade “Rubens Paiva” da Assembleia Legislativa de São Paulo pela apuração completa dos crimes da ditadura civil-militar!.

Participe. Esteja junto conosco nessa homenagem ao militante operário Olavo Hanssen.

Não há verdade sem justiça. Não há justiça sem punição!

Pela punição de todos os crimes da ditadura civil-militar!

Punição aos responsáveis pela tortura e morte de Olavo Hanssen!

Contamos com seu apoio e sua presença.

Agenda
Dia 25 de maio de 2013 (sábado)
A partir das 15h30
Local: Salão da Sociedade Amigos de Vila Maria Zélia

Programação

15h30 Concentração no local
16h Apresentação
16h20  Abertura do Ato Público com apresentação do vídeo de testemunho de Olavo Hanssen
18h Encerramento do Ato Público com apresentação do Grupo Cultural Luther King
18h20 Confraternização.

Local: Salão da Sociedade Amigos de Vila Maria Zélia

Mapa: http://goo.gl/maps/exuOI

Como chegar:

Metrô: Na estação Belém pegar lotação ou ônibus que vão pela Rua Catumbi.
Descer na Rua Cachoeira. Caminhar até o portão principal da Vila. É perto.

Ônibus: Todos que passem pela Av. Celso Garcia. Descer na esquina da Rua Catumbi.

Carro: Estacionar na Rua José Pinheiro de Bezerra que fica nos fundos da Vila Mª
Zélia. Entrar a pé pelo portão próximo.

Como referência: Perto das sedes do “União dos Operários Futebol Clube” e “Camisa 12”. A Rua José Pinheiro de Bezerra é uma saída À DIREITA na Rua Juvenal Gomes Coimbra que é a alça de acesso a Marginal Tietê em direção à Guarulhos.

Iniciativa


Oposição Metalúrgica (Projeto Memória)
Corrente O Trabalho do PT – Seção Brasileira da IV Internacional
Deputado Adriano Diogo – PT
Juventude Revolução
Teatro Studio Heleny Guariba

Militantes camaradas de Olavo Hanssen no PORT(t)

Adolfo Gilly
Dulce Muniz
Franco Farinazzo
Murilo Leal
Tullo Vigevani

Apoio

Acimar – Associação de Civis, Militares Aposentados e da Reserva
Condepe – Conselho Estadual de Defesa da Pessoa Humana
Diretório Zonal do PT de Vila Maria
Núcleo de Preservação da Memória Política
Central Única dos Trabalhadores/SP
Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo

Adesão aberta às organizações e movimentos. 
Os interessados devem entrar em contato com a Comissão da Verdade Rubens Paiva:contato@comissaodaverdadesp.org.br