Maior reserva extrativista do Brasil ameaçada

RESEX Verde Para Sempre, Porto de Moz - PA

A reserva extrativista Verde Para Sempre está ameaçada pela ocupação de latifundiários, ela é a maior reserva extrativista do país com 1,3 milhão de hectares e localizada no município de Porto de Moz no Pará. As reservas extrativistas são áreas de proteção ambiental e de populações tradicionais que vivem da extração de recursos naturais, agricultura e criação de animais em pequena escala.

Criada em 2004 ela abriga 37 comunidades ribeirinhas onde vivem cerca de 13 mil pessoas. Sua criação desalojou grandes latifundiários da região que ocupavam ilegalmente suas terras desde 1940. Agora, apoiados por Bolsonaro, eles voltam a ocupar as terras, expulsam e ameaçam as comunidades tradicionais, como denuncia o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Porto de Moz.

ICMBIO quer ajudar… os latifundiários
O ICMBIO, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, responsável pela gestão das unidades de conservação federais – inclusive dessa reserva – em vez de atuar para preservar, ajuda os latifundiários. Seu presidente, o coronel da Polícia Militar Homero Cerqueira, com o prefeito Berg Campos (PTB) organiza uma reunião com os latifundiários que reivindicam que o ICMBIO, contra a lei, reconheça o seu “direito” de ocupar e explorar a reserva.