SITE DA CORRENTE O TRABALHO DO PT - TENDÊNCIA INTERNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - SEÇÃO BRASILEIRA DA 4ª INTERNACIONAL -
CORRENTE O TRABALHO DO PT

Reitoria da UnB persegue estudantes

4 de julho de 2014
UnB

Ataque aos direitos

Oito estudantes da UnB estão sendo perseguidos por ter protestado contra a entrega de parte do Restaurante Universitário (RU) à iniciativa privada através de atos pacíficos. A Reitoria os ameaça com processos administrativos que podem levar ao pagamento de multa de mais de R$ 29mil.

Essa reação da Reitoria não é fortuita ou despropositada. Faz parte da judicialização da política, com a criminalização dos movimentos, que tem ganhado fôlego. É a imposição pela força da proibição do direito elementar de manifestação, para que somente tenham voz aqueles que hoje já dão as cartas do jogo.

Não é de se espantar que o reitor Ivan Camargo encampe essa luta. É a reitoria que defende a Polícia Militar no Campus para repressão dos estudantes e do povo, que é ligada às fundações de apoio, que espoliam a verba pública destinada ao ensino superior, e que, ao não priorizar a assistência estudantil e privatizar parte do RU, motivou os protestos. Agora, mais uma vez, mostra-se intransigente na negociação com os universitários que exigem a retirada dos processos.

Uma mobilização nacional tem se desenvolvido em defesa dos estudantes perseguidos, defendendo todo o movimento estudantil e o próprio direito à manifestação na sociedade. Para lutar pelas reivindicações da juventude é fundamental o direito democrático à manifestação.

Como parte dessa mobilização, uma moção pelo fim dos processos foi aprovada pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e mais de 90 outras entidades (trecho):

“Nós, entidades representativas de estudantes, professores e servidores não toleramos mais uma tentativa de criminalização do movimento estudantil. Defendemos que as manifestações pautadas no último período foram resultado da organização dos estudantes na defesa dos seus direitos e melhorias para a comunidade acadêmica como um todo. Por isso, exigimos do reitor Ivan Camargo e do CONSUNI [Conselho Universitário], a retirada das acusações e que não criminalizem nenhum estudante!”

Leia na íntegra em: http://bit.do/mocaounb



Outras publicações

22 de outubro de 2016

Praticamente ignoradas pelos grandes meios de comunicação nacional (os telejornais noticiam  as ocupações somente em seus programas locais), crescem as ocupações de escolas e universidades contra a reforma do ensino médio e a PEC 241. Segundo levantamento, o movimento já alcançou 19 estados em todo o país; atinge mais de mil escolas secundaristas segundo a União […]


27 de agosto de 2016

Já em dificuldade, universidades serão desmontadas com tal medida. A situação é grave. O governo golpista, descaradamente, dispara em direção ao desmonte da educação pública atacando o seu financiamento. É possível fazer uma “lista do terror” com tantas medidas que vêm sendo propostas e aprovadas pelo usurpador do Planalto, com os golpistas no Congresso. Nesta […]


16 de agosto de 2016

“Querem guilhotinar nossas conquistas” O 14º Encontro Nacional da Juventude Revolução (ENJR) ocorreu de 22 a 24 de julho em São Paulo, com delegados de 10 estados. Nesta entrevista, Lúcia Dal Corso, dirigente do CA de Letras da Universidade Federal de Santa Catarina, eleita para o Conselho Nacional da Juventude Revolução, fala sobre o encontro. […]


SITE DA CORRENTE O TRABALHO DO PT - TENDÊNCIA INTERNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - SEÇÃO BRASILEIRA DA 4ª INTERNACIONAL -