Metalúrgica Albras aproveita pandemia para demitir em massa

A empresa metalúrgica Albras, em Embu das Artes, está aproveitando a Pandemia para demitir trabalhadores em massa. A empresa iniciou um processo de demissão de 122 trabalhadores, o que corresponde a 24% do total de funcionários.

Além de demitir em massa a empresa comunicou trabalhadores que o valor da recisão seria pago em dez parcelas.

O Sindicato dos Metalurgicos de Osasco e região está buscando organizar os trabalhadores para resistir ao processo de demissão em massa. Organizou uma assembleia e procurou a empresa, inclusive para discutir a aplicação das medidas criadas pela MP 936 (que prevê suspensão do contrato de trabalho ou redução de carga). Mesmo assim a empresa não quis firmar nenhuma compromisso e está mantendo as demissões.

Face a recusa da empresa em reverter o processo de demissões o sindicato fez denuncias à fiscalização do trabalho e ao Ministério Público do Trabalho.

Artigo anterior“Não seria a hora que paguem outros que não os trabalhadores?” entrevista com sindicalista da Saúde na Espanha
Próximo artigoCampanha pede o fim de perseguição contra trabalhadores da Saúde em Ribeirão Preto que denunciaram condições de trabalho