Trabalhadores da Assistência Social exigem proteção e denunciam negligência do governo Covas/Doria

Com informações do SINDSEP

Manifestantes denunciaram a precarização de trabalho, mortes de trabalhadores e defenderam testagem, equipamentos de proteção e contratação urgente de pessoal.

Ato unificado ocorreu na manhã da terça (26), em frente ao prédio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads) de São Paulo, reunindo o Sindsep, Sitraemfa e representantes dos coletivos dos Trabalhadores Terceirizados das Políticas Públicas, de Servidores em Defesa do SUAS, de Servidores em Luta, da Uneafro e Coalizão Negra.

Os manifestantes homenagearam companheiros que morreram pela negligência do Estado e a política genocida do governo Bolsonaro. Também defenderam “Fora Bolsonaro” e “Fora Covas/Doria”.

Artigo anteriorA quem interessa este “orçamento de guerra”?
Próximo artigoMilitantes chineses são libertados após quinze meses de prisão