As pesquisas são teimosas: Lula e o PT na cabeça!

Nova pesquisa CNT/MDA, divul­gada dia 6, confirma o favori­tismo de Lula. Ele vence no 1o turno com 33,4%.

No cenário hoje mais provável, ele é seguido de longe por Bolsonaro (PSC) – 16,8%, Marina (Rede) – 7,8%, Alckmin (PSDB) – 6,4%, Ciro (PDT) – 4,3%, Álvaro Dias (Podemos) – 3,3%, Collor (PTC) – 1,2%, Michel Temer (MDB) – 0,9%, Manuela (PCdoB) – 0,7%, Rodrigo Maia (DEM) – 0,6%.

Os votos brancos, nulos e indeci­sos somariam 24,6%.

Lula vence no 2o turno em todos os cenários, nessa pesquisa paga pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

Faltam 6 meses para o pleito, haverá mais nomes na disputa – Boulos pelo PSOL e outros ditos de “centro” estarão nas próximas pesquisas – mas o fato categórico é um só: ninguém derrota Lula!

Vai fazer um ano que se cristalizou essa liderança, desde a época da “maior greve geral da história” em 28 de abril. Ali, se feriu de morte a reforma da previdência que agonizou até ser suspensa há um mês. Desde então, Lula encarna a resistência às medidas golpistas e a esperança de verdadeiras reformas populares.

Um fato notável é que em dois anos os golpistas não conseguiram produzir candidato mais “competi­tivo” do que Bolsonaro – o milico marcado para perder no 2o turno , enquanto os demais golpistas se dividem e subdividem, e na esquerda não há rival.

Notável também é que apesar da perseguição e das calúnias, hoje, Lula tem a menor rejeição (46,7%) entre os candidatos (Bolsonaro tem 50,4%, Alckmin 50,7%).

Daí vem a implacável perseguição jurídico-midiática da coalizão golpis­ta para tirá-lo da disputa.

 

PT disparado na frente

O pesadelo do patronato é ainda mais amplo. A pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divul­gada neste dia 13, mostra que o PT é o partido político com a maior simpatia entre os brasileiros.

O PT lidera a preferência com 19% dos entrevistados. Muito atrás estão os dois principais adversários golpistas, o MDB com 7% e o PSDB com 6%, enquanto 48% não tem preferência partidária. O PSOL tem 2%, PDT, PSB e PCdoB tem todos 1% cada.

A imprensa não explica por que essa ampla pesquisa que ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios, entre 7 e 10 de dezembro, só foi divulgada agora. Mas se pode imaginar…

Esta força que existe, o PT, com to­dos problemas que se conhecem, é, não obstante, quem pode comandar uma força muito maior para susten­tar o direito de candidatura de Lula, conquistar a vitória e garantir a posse!

Artigo anteriorO que é isso senador Jorge Vianna(PT-AC)?!
Próximo artigoLenin: Em memória da Comuna!