CUT e Conexão Saúde promovem ato Fora Bolsonaro em Fortaleza

A CUT-CE e o Conexão Saúde (fórum de sindicatos que têm trabalhadores em saúde na base) realizaram em Fortaleza programação do Dia Nacional de Luta #forabolsonaro, neste 10 de julho.

O presidente da CUT, Wil Pereira, abriu o ato que se realizou nas proximidades do Instituto José Frota, principal hospital municipal de Fortaleza.

Os oradores que se sucederam ao microfone explicaram à população que a saída para a crise para a destruição dos direitos, para a preservação dos serviços públicos e mesmo para a pandemia é o fim do governo de Bolsonaro.

Também na rede municipal de saúde se cassam direitos e faltam proteções para os trabalhadores, como denunciaram os sindicatos de profissionais da saúde da rede municipal. O número de trabalhares infectados, inclusive com mortos, é crescente, segundo os sindicalistas. Faltam também testes para os trabalhadores. “Parece que foi uma categoria que foi escolhida para morrer”, disse Marta Brandão, presidente do Sindsaúde, entidade que contabiliza quase 40 mortes na sua base.

Ceará 10 julho 2

Mais uma vez, o Diálogo e Ação Petista apoiou e participou do ato. Como disse Leda Vasconcelos, da Direção Estadual do PT, “o partido precisa sair às ruas, com seus militantes porque é dele que milhões esperam uma saída para a situação”.

Artigo anteriorEdição n° 10 do Jornal O Trabalho – 26-09-1978
Próximo artigoNo dia do “Fora Bolsonaro” CUT/RS inicia campanha por testagem de todos os trabalhadores na saúde